quarta-feira, 4 de junho de 2008

Viva o Dia da Criança de Marvão



Aahhhhhhhhhhhhhhhhh!

Já tinha saudades!

Pois é, mas os compromissos têm sido mais que muitos, os dias passados a correr de um lado para o outro e não tem mesmo sido possível.

Já sentia muito a falta.

Um dos grandes responsáveis por esta falta de tempo foi precisamente o Dia da Criança de Marvão que me consumiu muitos dias e noites de serão a preparar toda a concepção gráfica, para que tudo fosse ao pormenor.

Agora que já aconteceu e Graças a Deus foi mesmo tudo em GRANDE, nada mais posso fazer que deixar este vídeo para a posteridade. Dá uma ideia, pequenina, do que foi viver esta experiência.

De todos os dias do ano de Vereação, este é de longe o meu favorito. É uma coisa indescritível…

Passear de estação em estação, beber sofregamente daquela alegria sem fim, não tem preço. Os sorrisos, as gargalhadas, os abraços e os gritos ficam gravados em mim para sempre.

Perguntei a uma menina que passava: “então querida, está a ser bom?”.

Ela respondeu-me: “Bom? Melhor é impossível!”, e para mim foi como um shot.

Eu, que tenho como herói de toda a vida o Peter Pan, o rapazinho insolente que nunca quis crescer, tenho feito a minha caminhada também à luz desta premissa, fazendo tudo o que podia para não deixar crescer a parte de mim que mais gosto.

Para se planear uma aventura destas, é preciso conseguir ver o mundo com os seus olhitos de pardal. Só assim se pode sonhar uma jornada desta envergadura.

Dizem os grandes que os miúdos desfrutam ao máximo.

E eu? Mãe santíssima. Eu dou tudo e cinco tostões para os ver assim, completamente felizes e extasiados por viverem num mundo feito à medida deles nem que seja por só um dia.

Contou-me o Hernâni que havia miúdos do 4º ano que diziam que queriam chumbar para poderem vir outra vez para o ano.

Se fosse por mim, vinham eles e todos os que lá coubessem porque vale mesmo muito a pena.

Eu, que no dia antes mal dormi e estive quase para fazer xixi na cama com tanta excitação, sinto o coração inchado de cada vez que revejo tudo em imagens.

Foi mesmo tão bom…

6 comentários:

Goyi disse...

Que bonito Pedro!!!! Eu adoro meninos e as minhas irmás sempre dizem que eles gostam de mim porque eu sempre faço tudo o que eles me pedem.... !nao o posso evitar!... gosto tanto deles!, e tantas vezes penso naqueles que sofrem e custa-me tanto nao poder fazer nada por eles.... também penso quando faço tudo o que eles querem ..... E por qué nao????? Sabe-se lá o que lhes deparará o futuro e as magoas que virâo......

Um beijo muito forte para todos e para Leonor especialmente, divirtam-se muitos os três no país das crianças e.... Nunca deixes de ser Peter Pan!!!!.


Recebeste o meu mail????

Garraio disse...

Estes é um daqueles trabalhitos cujos resultados bem pagam a chatice de ter que andar, durante um tempo da nossa vida, no meio desta trampa toda.

Verdad, compañero?

txim, txim.

sonia disse...

eu tenho uma testemunha lá em casa do que se passou e viveu neste dia na portagem.é do que as crianças precisam pois têm muito tempo para se preocuparem com o mundo que os rodeia
sónia

Pedro Sobreiro disse...

Verdade, verdade, verdade!

Verdade aos 3!

Verdade à Goyi (já tens a resposta na tua caixa postal), verdade ao Garraio (sempre, sempre com muita razão) e verdade à Sónia.

Se vocês lá tivessem estado... também tinham molhado o rabo na canoa e ficado tão contentes quanto eu.

Grande abraço,

Pedro

julia disse...

Olá Pedro!
Tens toda a razão em tudo o que disseste.
É um dia de grande alegria e que estou certa que tão depressa as "nossas" crianças não vão esquecer pois ao contrário dos adultos elas dão mais valor ao que é feito por elas.
Foi um dia cheio de alegria para todos,pois também eu adorei,apesar de adultos todos nós temos cá dentro uma criança.
Muitos PARABÈNS pelo grande evento.
E aos que não viram espero que para o ano vão ver essa alegria á Portagem.Adeus ,um abraço Julia

sergivs disse...

Caro Pedro:
Passei apenas para agradecer a tua dedicação e empenho no evento do "Dia da Criança".
Certamente será o último ano que o meu filho passou em Marvão, mas guardará sempre na memória o dia incrivel, as emoções e alegria que viveu.
Obrigado por fazeres o meu filho feliz, nem que tenha sido por 1 dia.