quinta-feira, 10 de junho de 2010

Desvia-te! Olhó Buraco!


Todos concordarão comigo quando digo que o Turismo é um sector estratégico para o desenvolvimento de Marvão.

É isso que me leva a ver com os melhores olhos toda e qualquer iniciativa que vise a promoção turística do concelho.

E é também por isso que me choca que haja quem não compreenda que o estado de desleixo em que se encontra a Estrada Nacional 359 (sobretudo o troço entre o Jardim e a vila) é todo propositado. Ora digam cá, o que é que tem mais piada? Trazer os miúdos para visitar um castelo de verdade chegando por uma estrada toda lisinha ou viajar por sua conta e risco, rumo ao desconhecido, numa toda esburacada, sabendo que se caírem num desses muitos buracos estrategicamente colocados correm o risco de morrer à fome no fundo de um sem que ninguém dê por nada? Pelo amor de Deus… Turismo de Aventura, rapaziada! Abram a pestana!

Se o tapete estivesse em condições e o asfalto fosse compacto, as crias adormeciam no banco de trás, aborreciam-se, pediam acção! Assim… é um gosto vê-los subir a encosta de olhitos arregalados, aos gritos de alegria de cada vez que o papá foge ao destino e finta mais um de boca escancarada.

Depois, há sempre a possibilidade da viatura sofrer um amasso… rebentar um pneu, lixar uma jante, fornicar um amortecedor… o que pode parecer algo aborrecido e dispendioso, sobretudo nestes tempos de crise, mas que depois causa grande frisson no regresso à urbe e ajuda a criar a aura de aventureiro à volta de todo e qualquer membro do agregado... dos mais piquenos no pátio da escola, dos papás no bar da empresa durante o coffee break, ou até mesmo do avôzinho durante os jogos de sueca na Alameda com os coleguinhas reformados. Coisa de VIP!

É certo que os indígenas, digo, os habitantes, nem sempre compreendem a eficácia da coisa mas esses também não têm que saber tudo. Olha… que vejam televisão e se entretenham com outras coisas.

Eu, que nem sou grande adepto de desportos motorizados, já dou por mim a sonhar acordado com uma etapa do Dakar com escala na Fonte da Pipa!

VVVVVVVVVvruuuuuuuuuuuuuuuummmmmmmmmmmmm!

Piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!

Saiam da freeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeennnnnnnteeeeeeeeeeeeeee!



Zona de espectáculo 1

2

3

4

Este desnívelzinho fica um pouco mais abaixo, junto ao Lagar da Abegoa, mas já é outra grande promessa do automobilismo radical do concelho. Está em testes há meses e já se pode dizer que funciona na perfeição, sobretudo quando se cruzam dois bólides ao mesmo tempo e o que vem subindo a encosta tem de abrandar bruscamente ou corre o risco de levantar voo. Espectáculo! Está genial! Muito bom! Requer grande perícia e vale 100 pontos caso a prova seja superada. Um must!

7 comentários:

francisca disse...

´Querido Pedro, e quando tu ias para Câmara trabalhar, não passavas nessa mesma estrada? ou...nessa altua não te fazia confusão a estrada estar assim?

Helena Barreta disse...

Uma Marvão que se quer património mundial merecia que a estrada que nos leva lá fosse mais bem cuidada.

Tenho tantas saudades de percorrer essa e a estrada das Árvores Fechadas, que não me importava de me desviar de cada um dos buracos, mas isto digo eu que não as percorro todos os dias.

Bom fim de semana

gi disse...

Eu ja me cansei de tantos buracos, vou pela estrada alternativa (estreita e sinuosa) da Ponte Velha. A sorte foi a mesma, 2 amortecedores novos. Fico satisfeita por tu veres os buracos tambem Pedro, parece que mais ninguem os vê... Eu até pensava que era eu que estava a ver buracos onde não existiam.

Clarimundo Lança disse...

Enquanto olham para estes buracos, não vêem outros maiorzitos.
Estratégia, não, não percebem que o alcatrão já deu o que tinha a dar, agora é para arrancar o preto e vem de novo aí a calçada medieval.
É mais in.....

Gato Preto disse...

A pobre Francisca não parece saber a diferença entre estradas municipais e estradas nacionais, insinuando algo profundamente errado. Os fins não justificam os meios, costuma-se dizer...

francisca disse...

Ah, claro.Todos lá passam, todos vêem, todos apontam o dedo...magnifico, de se lhe tirar o chapéu!!!
Sr. Gato Preto, o seu amigo Pedro Sobreiro era um dos responsáveis do nosso Concelho, por isso, tinha o dever de comunicar ao organismo que gere e trata destes assuntos/obras.
É verdade falar é fácil, estar no poder e fazerem-se festas,beber uns copos é como dar água ao povo...ninguém reclama, todos estão de sorriso na cara, assim que se sai do lugar é que os problemas lhe saltam à vista!

Gato Preto disse...

Dona/Menina Francisca

Teria muita razão, não fosse o estado do pavimento dever-se ao mau tempo deste inverno, e por isso mesmo, tem tanta responsabilidade nesse assunto o Sr. Pedro Sobreiro (que não é meu amigo, nem o conheço pessoalmente) como eu ou a estimada Francisca.
Portanto, e já que sabe bem a quem reclamar, faça-o, não se limite a destilar veneno, pois isso de nada vale. Eu estou pronto para o fazer e não me vou esquecer.
Até lhe dou uma pista:

http://www.estradasdeportugal.pt/

Cumprimentos