sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Comunicado à Nação: Frente de Libertação do Alentejo

-
-
Querem saber onde andam as 10 armas que foram gamadas da Unidade de Comandos do Quartel da Carregueira? Podem deixar os homens ir de fim-de-semana para casa. Então cá vai:

Frente de Libertação do Alentejo
Declaração à Nação:

1. A Frente de Libertação do Alentejo visa a declaração imediata, unilateral e inequívoca do Alentejo enquanto Estado independente.

2. A Frente de Libertação do Alentejo recorrerá a todas as vias possíveis e imaginárias para defender a sua causa. As armas legitimamente desviadas pelos nossos militares infiltrados na Carregueira terão uso imediato. Pedras, paus e fisgas são outras opções a considerar. Cuspir não vale. É feio.

3. Os limites territoriais da nova nação serão os actualmente existentes para a região Alentejo. Para evitar chatices somos gajos para construir um muro aí com uns 3 metros de altura (ao estilo Berlim/Jerusalém) para que não haja misturas. Isto, claro está, desde que não dê muito trabalho.

4. A língua oficial passará a ser o Alentejanês. O “meu” dará lugar ao “compadre”, o “tu” passará a “vossemecê”, o”Yá” passará a “poistáclaro” e por aí fora. O Governo provisório deverá dentro em breve e através de comunicado, divulgar as directrizes desta nova língua. Esse documento está a ser trabalhado por professoras reformadas que estão reunidas numa escola primária abandonada.

5. A Frente de Libertação do Alentejo defende um regresso ao trabalho da terra e à vida baseada nos recursos endógenos. A agricultura e a pecuária serão as principais fontes de rendimentos. O turismo também é importante e agora que está em alta, é de aproveitar, mas não nos devemos esquecer que temos de nos habituar a viver com pouco. Deixemo-nos de merdas.

6. Nos primeiros meses não haverá moeda oficial. Deve ser privilegiada a troca directa de bens e produtos. Se houver muita confusão lá teremos de arranjar uma moeda que terá a designação de “Cónhito”. Essa é a única coisa que se sabe por agora.

7. O café da pocheira; o vinho, tinto de preferência; e a cerveja serão as bebidas oficiais do novo estado. As embalagens de cereais e os pacotinhos de leite com chocolate devem ser imediatamente substituídos por “sopas de cavalo cansado” a serem distribuídas às crianças em doses industriais. A dieta oficial é mediterrânica. Muito azeite e pães de quilo com fartura.

8. O sistema de poder será o mais simplificado possível. Não haverá partidos. Cada casal mandará na sua casa. A mulher manda quando estiverem todos sóbrios. Quando o homem estiver grosso, manda ele para evitar chatices. As povoações devem eleger em praça pública um conjunto de homens-bons que mandam nos outros que têm mais que fazer. Os distritos devem ser abolidos. A capital será Portalegre.

9. Viatura oficial: carroça (esta era fáci!).

10. Desporto oficial: Sesta (esta também!). A malha, a sueca, a pesca desportiva e os berlindes são modalidades bem vistas.

11. Hino oficial: Eu ouvi o passarinho.

12. Computador oficial: ardósias.

13. O porco estará para nós como o búfalo para os índios norte-americanos. Terá um estatuto semi-sagrado.

14. Por falar em sagrado, não haverá religião oficial. Cada um acredita no que quiser desde que não chateie os outros e não ressone.

15. A Órgãos de comunicação do regime: Jornal Alto Alentejo, Revista Mais Alentejo, Fundação Alentejo, Rádio Portalegre, Blogue Vendo o Mundo de Binóculos do Alto de Marvão.

16. A bandeira será a óbvia: metade amarela (montado), metade azul (Céu). Ao centro, dois pontinhos e uma linha: Um sobreiro e um compadre a dormir a sesta debaixo dele com um cigarrão nos queixos. A linha é o fumo, claro está.

17. Estabelecimentos a encerrar em breve: Lojas do Chinês, Mcdonald’s, Modelos, Pingos Doces, enfim… essa tropa capitalista.

18. Estabelecimentos a reabrir com urgência: Drogarias, Retrosarias, todas as tabernas, casas de chá, casas de pasto, bares de alterne e delegações da Alliance Française. A França será um país amigo. Está na moda outra vez.

19. O Presidente interino será o Ceia da Silva. Está a fazer um bom trabalho no Turismo e conhece muita gente. Lá mais para a frente, logo se verá. Escolhemos outro.

20. A Frente de Libertação do Alentejo precisa de ti! Não fiques parado(a)!

Alista-te já!

12 comentários:

Fórum Marvão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João, disse...

Ainda agora se anunciam os “princípios” e já temos o primeiro dissidente político: Eu…

Há muito que ando a lutar por esses “princípios”, mas questão da “bandeira” não me agrada. As cores não discuto.

Mas há décadas que ando a lutar para que a dita, tenha como símbolos: 1 compadre, um burro, um guindaste e uma rã…! Aliás já tínhamos acordado nisso, e agora vens unilateralmente, apresentar outra alternativa?

- Abaixo a FLA “sobreirista” conservadora

- Por um Alentejo progressista…

(já agora o guindaste? É para por o compadre em cima do burro. E a rã?..., para fazer: dtâ, dtâ, dtâ, dtâ…, ou lá como fazem as rãs…).

Um abraço, 5*.

jbuga

Helena Barreta disse...

Sou só eu que acho que cada post é melhor que o outro? O anterior estava genial e este vai pelo mesmo. Quer-me parecer que ficou a escrever muito melhor depois de ter sido operado.

Será que também me posso alistar? Estou longe, é certo, mas o meu empenho seria grande.

Um abraço e bom fim-de-semana

gi disse...

Gostei da ideia. Parece-me obvio, um sobreiro querer outro na bandeira, o amarelo e o azul tambem estão a tom.

Mesmo sem as pistolas desviadas (nao roubadas), vamos la a essa Frente de libertação do alentejo.

Submarinos tambem prescindimos deles...

O importante mesmo e nao violar o principio da sesta.

Se me permites meter uma cunha... nao feches o pingo doce, faz-nos tanta falta.

Pousadas disse...

Tareco alinho mas não abdico da Real Tertúlia! Abraço!

Garraio disse...

Este é o MEU Pedro. Quero pertencer ao conselho superior de guerrilha da FLA.

Tenho um arsenal composto por cinco navalhas de barba (das antigas), uma faca de mato, uma caçadeira dos anos 50 e um ferro 3 que nunca acertou em nenhuma bola, mas ninguém queira levar com ele nos ditos cujos.

A tua escrita, que me faz rir com a mesma facilidade que me faz chorar, andava-me a falhar há algum tempo.

Mas este post e o do prémio do "binóculos" repoem a verdade.

Quem é SPECIAL 1 DA BLOGOSFERA MARVANINA, QUEM É?

É o menino Pedrocas, pois claro.

Pedro Sobreiro (Tio Sabi) disse...

Camaradas!
Bem-vindos à luta!
Unidos venceremos!

Comecemos pelo princípio, como dizia o outro.

A reacção do camarada Buga era previsível. A Frente conhece-o e já sabia que ele ia começar a “levantar cabelo”. Como sabem, a luta está numa fase muito embrionária e não pode, de forma alguma, permitir que existam visões divergentes no seu seio. Peço ao comité que assine a sua deportação para os Canchos da Raposeira onde deverá permanecer até clarificar as ideias. Se não gosta, que funde um Partido Bugalhónico ou coisa que o valha. A FLA precisa de “braços de trabalho” e não de “espalha brasas”. Só regressará se alinhar com a malta.

Muito válido é o apoio da nossa Helena que poderá exercer um precioso papel de espionagem junto do governo central. A camarada deverá, assim que lhe seja possível, entrar em contacto com a nossa secretaria para que lhe possamos enviar um Kit Revolucionário (Boina + bandeira + navalha com talher + pastilha de cianeto para utilizar em caso de captura) pela módica quantia de 9 euros e 99 cêntimos + portes de envio. Nós suportamos o IVA (se o Pingo Doce pode, nós também).

A nossa Gi entrará directamente para supervisora de toda a logística farmacêutica da Frente e deverá trabalhar em total articulação com o nosso Rui Pousadas que se encarregará da difícil pasta da protecção civil e socorrismo.

Já o nosso camarada Garraio terá um papel fundamental na estratégia das acções de guerrilha e à frente do Ministério dos Negócios Estrangeiros onde estará encarregue da gestão da cooperação transfronteiriça.

Camaradas, em verdade dos digo, a luta convosco é uma luta de qualidade. Com operacionais deste gabarito, não há quem nos faça frente.

Juntos marcharemos até à vitória!

Ass:

General Sabimbi

PS: Rações de combate extra para todos!

gi disse...

Nestes dias cinzentos de chuva, nada como uma boa gargalhada, Pedro, parabens por seres o que és.

Garraio disse...

Esta manhã espreitei pela janela da secretaria e deparei-me com uma série de carros de luxo, de motoristas impacientes a esbajear umas passas apressadas e alguns daqueles colegas de liceu a brincar aos políticos (os mais burrecos por certo) e a gastar o nosso dinheirito alardeando vaidosice pelas calçadas do Ibn.

Que grandioso cenário para uma operação de limpeza da FLA!. talvez fosse suficiente para evitar a intervenção dos gajos que nos querem fiscalizar as contex.

Mas, paciência. Esperaremos pacientemente pela recuperação de Che Sobreiro, antes de fazer uma semana de campo na zona Pitaranha-Esparoeira-Serra de São Brás. Só para afinar as tropas.

Elas vão saber o que é amar a deus...

Pedro Sobreiro (Tio Sabi) disse...

Camarada Garraio, como é que a notícia desse ajuntamento não chegou ao Comando Geral? Reunião de emergência no meu gabinete, já! Vão rolar cabeças!

GuimGuim disse...

Pedro, eu também alinho e podes contar comigo como soldado nesta tua demanda, mas tenho a sensação que vamos ter de mudar o nome, não apareçam por ai os gajos da ASAE ou do RNPC.
A sigla “FLA” já existe e pertence à Frente de Libertação dos Açores, foi um movimento independentista dos Açores que tinha em vista a independência dos Açores e a sua anexação aos Estados Unidos da América. A FLA levou a cabo acções violentas no ano 1975 e ainda mexe, a bandeira é azul e branca e ao centro tem um açor de longas asas que envolve nove estrelas representando as nove ilhas dos Açores.

Robson Lima disse...

O amarelo e azul na bandeira eu gostei, são cores da bandeira do Brasil (será coincidência? rs).

O sobrerio também tem que estar lá;

E com sua permissão senhor camarada General Sabi, quero me alistar, senhor. Imediatamente.rsrs