quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Cardozo: Vende-se barato!


Ontem gostei de ver o Estádio da Luz com tanta cadeira vazia numa noite que deveria ser de gala, a abarrotar, de glória e redenção no regresso à Champions, ao Olimpo do futebol.

Gostei porque é sinal que os benfiquistas não andam a dormir, sabem reagir e assim de uma assentada meteram jogadores, equipa técnica e direcção de castigo, para ver se abrem a pestana. Se o JJ diz (e se farta de repetir) que não tem culpa, que os resultados não aparecem porque tem 5 titulares que chegaram arrombados da Copa do Mundo, muito menos culpa temos nós, que sofremos e calamos e pagamos e berramos também, às vezes. O meu pessoal sabe como é que é lá em casa. Ontem quando o Cardozo falhou aquela de baliza aberta… saíram todas para passear e a noite nem estava muito propícia para andar no laréu.

Também deu para perceber que os israelitas não percebem só de atentados bombistas, armas e munições. Os gajos dão uns toques valentes, então não? A nossa sorte foi que os 6 ou 7 árbitros que por lá andavam (as coisas que a FIFA arranja para meter umas cunhas de emprego…) eram mais cegos que um autocarro da Carris e não viram o penálti descarado do Luisão quando ainda estávamos a zero. Se marcam primeiro… nem o Hezbollah nos safava! Vá lá, vá lá que sempre há malta amiga… Devem ter visto a arbitragem do Benquerença em Guimarães e tiveram peninha da gente…

O Benfica continua a não jogar nadinha, a não ter dinâmica ofensiva, a não conseguir fazer um transição defesa/ataque que mereça essa designação, a perder montes de bolas de forma estúpida e inconsequente, a repetir asneiras nas marcações, a andar ali a passo, mas… o Roberto já vai corrigindo algumas das asneiras que faz e nem tudo foi assim tão ruim.

Pelo menos até chegar ao momento em que o anormal do Cardozo, aquela casa sem alicerces, aquela múmia aparvalhada, ter mandado calar, CALAR?!?!? os sócios que mantêm e suportam o clube, os verdadeiros donos dele. Bem, deve ser coisa inédita no mundo e na história do futebol, ver um estádio inteiro a assobiar um jogador da casa depois de ter marcado um golo. Mas meus amigos, o Benfica NÃO É um clube qualquer e cenas destas não são, nem serão jamais, permitidas. Aquilo tinha sido engraçado era se não houvesse stewards nem essas modernices. Deviam ter aberto os portões e deixado a rapaziada linchá-lo ou lixá-lo, conforme preferirem, desfazendo aquela carcaça putrificada até sobrarem só os dentes de ouro. Mas aquela PUTA DESLAMBIDA pensa que é quem?!?!?!? Se eu lá tivesse e me deixassem, havia de correr tanto atrás dele (mesmo cheio de hérnias discais) que o gajo havia de fazer aquela cara dos bacanos lá de Pamplona cheios de cerveja a correrem à frente da gadeza. Pelo menos apanhá-lo não devia ser difícil e eu sou gajo para lhe dar meio campo de avanço. Não tardava nada! Nem chegava à área!

Ainda se tivesse feito um golo de bandeira, daqueles de levantar todo o estádio… Agora aquela merda? Um golo de tabela à flipper, como todos os outros que marcou à excepção dos de livre e de penálti. Desgraçado!

É claro que nos balneários levou nas orelhas do paizinho Costa e depois veio chorar para o meio dos jornalistas. Eu dava-lhe o perdão, dava. Eras bem vendido, eras! Já nessa noite! Nem que fosse para o Matadouro!

Mas ganhámos, o Luisão marcou um grande golo, arrecadámos quase um milhão e eu consegui-me deitar sem aquela sensação de querer cortar os pulsos a qualquer momento e até dormi sem pesadelos. Só coisas boas, portanto!

Do mal o menos…

Olhem ricas… por falar nisso… Deu-me tanta peninha foi do nosso George Michael, o fofo. Então não é que condenaram o cachopo a 8 semanas de prisão só por ter entrado com o carro por uma montra adentro, todo mamado com uma moca monstruosa de erva? Disparate! Não se faz…

Mas o menino é guloso… Diz que no tablier já tinha mais 5 cigarrinhos enrolados. Gosta tanto…

Eu até o percebo. O rapaz devia de andar aborrecido e afinfou-lhe uns canhões, prontos! Deve então ter decidido ir dar uma voltinha de automóvel para espairecer. Parece que o estou a ver… todo descansadinho numa avenida a ver quem andava pelo passeio, no engate, nisto dá de caras com um vestido de noiva lindíssimo em exposição, todo cor-de-rosinha com umas aplicações em ouro… e o que faz? Grita: “QUERO!" E entra com o popó pela marquise adentro, só parando na caixa registadora para perguntar se têm multibanco. Não vos parece normal? A mim parece-me normalíssimo! Prender o moço… que canta tão bem… Invejosas!

O George não fez quase nada e vai dentro. O Cardozo anda aí à solta. Vivo, ainda por cima!

Vá lá a gente perceber este mundo…


PS: Também tive pena do Braga, coitadinhos… “Ó Domingos, deixa lá pá! Tens de ser como a tua avó paterna e ter Paciência. Pode ser que te faça bem. Já andavas assim com o papo um bocado inchado… Aqueles também são vermelhos mas jogam um bocadinho mais… não é? É a vida… Quiseste fazer história e conseguiste: já estás inscrito no memorial das maiores goleadas dos gunners nesta época. És um duro!”

3 comentários:

Helena Barreta disse...

Comportamentos como o do Cardozo, só revelam o quanto são mimados e caprichosos. Acham-se os maiores. A sorte dele é que os benfiquistas não são como os sul-americanos, era capaz de ficar tão mal tratado que não repetia, com certeza, a gracinha.

O George Michael é outro, se vivesse em Portugal, eram bem capazes de lhe pedir um autógrafo e um pedido de desculpa por a montra estar ali, mesmo a atrapalhar o senhor.

Isabel I disse...

Obrigada pelo CD. Hoje de manhã o caminho de Marvão para Portalegre fez-se melhor e eu tinha outra vez 10 anitos, tinha tranças pretas mas não caçava borboletas.

Artur Sequeira Portela disse...

Gostei do Post Scriptum. Do resto falo 2ª Feira.