sábado, 11 de setembro de 2010

Que pena...


Olhem… o que vos posso dizer é que adorei ver o novo vídeo no qual Robbie Williams e Gary Barlow fazem as pazes, depois de 15 anos de costas voltadas um para o outro e de tantas guerras que puseram fim aos Take That. Sim, eu sei que é um bocado abichanado confessar assim abertamente que um gajo fica sensibilizado com estas cenas, mas o que é que eu hei-de fazer? Ainda por cima o vídeo tem ali um ar de Brokeback Mountain (os dois a atirarem pedrinhas para o rio?) e pode permitir uma leitura a atirar para o gay mas eu acho que até isso foi propositado. Pois eu cá acho que o Robbie Williams é o maior, o mais talentoso e mediático artista pop da minha geração e como sabem, não perde uma oportunidade de dar uma alfinetada na ordem estabelecida pelo que acho que mais uma vez, acertou em cheio.

Digam lá se não é bonito? Dois amigos desavindos tantos anos, arrependidos do tempo que perderam estando separados, que voltam a beber um copo juntos à saúde da sua amizade. Porra, pá! Só não chora quem não tem coração, como diz o outro. É lindo!

E eu aproveito a ocasião para fazer um desafio aos meus estimados leitores. Sim! A si, a ti (deixemo-nos de merdas e vamos tratar-nos por tu. Afinal somos íntimos, nem que seja por aqui) , caríssimo leitor ou leitora, um desafio directamente para ti sem sequer teres que dizer a frase “Móveis do fim-do-Mundo em Elvas, os mais baratos da região” e sem teres que passar pela casa de partida. E o desafio é: (ouve-se a tarola… tttttttrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr….TCHE!) aproveitar este post no teu blogue favorito para fazer o mesmo que estes dois, isto é, ligares a quem não falas, a com quem te zangaste e DE QUEM GOSTAS. Um amigo, um familiar, um colega de escola, um vizinho, não interessa quem. Alguém com quem te dá pena teres perdido relação. Já pensaste que a vida é tão curta, que passa tudo tão depressa e que não vale MESMO a pena ser vivida assim? Ser feliz não custa e basta dares o primeiro passo. Nem sequer tens de voltar atrás, ou fazer de novo. Podes ficar tal e qual como estás mas as coisas irão certamente ganhar outro sentido e está tudo à distância de um mail, um sms, ou, uma chamada. Sim, porque não há nada como ouvir a voz do outro. Pessoalmente? Isso então seria ideal!

Basta um “desculpa”. Um “vamos tentar?”. Um “podemos esquecer?” ou até um “tu não tens culpa”. Acredita que faz toda a diferença e o primeiro passo, que é o mais importante, pode ser o teu. Mete esse orgulho de pacotilha no bolso e sê corajoso(a). Não é um gesto do qual te devas envergonhar. Antes pelo contrário. É um acto nobre que só te engrandece.

Sei que a esta altura deves estar a pensar… o sacana escreveu isto para mim. Não sei se te serve de consolo mas só assim de cabeça estou-me a lembrar de umas 10 pessoas que podem estar a pensar igualzinho a ti pelo que, como podes ver, o apelo é mesmo para todos. ;)

O pior que te pode acontecer é ouvires um não, mas se pensares bem, se for mesmo assim, não vais ficar pior do que já estás. Como me ensinou um bom amigo meu: “O não está sempre certo. A partir daí é só ganho”.

E eu estou-me a sentir assim um bocadinho a Oprah Winfrey portuguesa só que mais clarinha e com menos 10 arrobas, mas que se amole! Se houver uma pessoa, uminha! que meta aqui um comentário nem que seja só a dizer obrigado, eu já fico tãããão feliz. Afinal, para que é que serve um blogue se não for para estas coisas também?

Deixo o vídeo e a magnífica canção para ires ouvindo enquanto pensas no que te digo mas não penses muito. Às vezes o ímpeto é o que importa. Basta dar o primeiro passo. Anda lá… É hoje! É agora!
-
-
-
-
Deixo também a letra traduzida cá à minha maneira. Linhas tão singelas mas que expressam verdades tão grandiosas

Que pena…

Bem, há três versões desta história, a minha, a tua e a verdade,
E nós podemos revisitar a nossa infância e juventude,
Sei que sem ter um ganho sentimental, queria que sentisses a minha dor,
Mas a verdade é que esta veio de volta.
Eu li a tua mente e tentei ligar,
As minhas lágrimas podiam encher um Coliseu,
Será este o som da doce rendição?

Que pena nunca termos ouvido,
Eu disse-te através da televisão,
E tudo o que perdemos foi o preço que pagámos,
Há pessoas que passam a vida assim.
Que pena…

Então estive ocupado atirando toda a gente para a frente do autocarro,
E ao teu poster de 5 metros nas traseiras do Toys-R-Us,
Escrevi uma carta na minha mente mas as palavras eram tão duras sobre um homem que não consigo recordar,
Já não me lembro das razões,
Devo ter querido dizê-las então.
Será este o som da doce rendição?

Que pena nunca termos ouvido,
Eu disse-te através da televisão,
E tudo o que perdemos foi o preço que pagámos,
Há pessoas que passam a vida assim e é assim que continuam,
Que pena…

As palavras saem naturalmente quando são verdadeiras.
AS PALAVRAS SAEM NATURALMENTE QUANDO SÃO VERDADEIRAS.

5 comentários:

Clarimundo Lança disse...

É isso aí Pedro, custa...não?

Pousadas disse...

Eu ouvi dizer que o Pinto da Costa já ligou ao orelhas do Filipe Vieira a pedir desculpa pelos 9 pontos que já leva de avanço!! Abraço meu tareco.

Helena Barreta disse...

Também eu me esforço para viver de bem com a vida e com os outros, nem sempre é fácil, mas é muito compensador.

Uma boa semana

Um abraço

Pedro Sobreiro disse...

Ai o Carequinha Pousadas… tão giro! Não! Tu dizes umas piadas engraçadas. Dizes, dizes! Se arranjares um bom padrinho, pode ser que para o ano, o Baião te leve com ele a fazer a cobertura da Volta a Portugal… de joelhos!

Ouve boneca: não te estiques que a cama não é de casal! O campeonato é uma prova muuuuuito longa e os pontos contam-se ao fim. Os ciganos também não gostam de ver bons princípios aos filhos. A gente cá estará para fazer contas!

Depois há uma coisa que vocês lá em cima não usam que se chama ética e é muito importante para as pessoas com princípios. Tu não percebes mas eu vou-te explicar: O BENFICA É O CAMPEÃO NACIONAL EM TÍTULO e assim vai prosseguir até Maio, a menos que aconteça uma catástrofe e esta merda onde nós vivemos se deixar de chamar Portugal. Por isso, aconteça o que acontecer até lá, de cada vez que a gente passar, o que vocês devem fazer é baixar essas cabecitas ponteagudas e beijar-nos o rabo em sinal de respeito em vez de andarem a apedrejar os vossos superiores.

9 pontos não são nada!

Verás como é certo o que te digo.

Muitos beijinhos

(Também para a Helena e para o Clarimundo)

Pousadas disse...

Para quem tem arrasado o Campeão como tu dizes nos teus últimos posts tás com uma moral do caraças para recuperar os 9 pontos.Abraço.

Ps: Quanto ao Baião não sei, tu é que andas a escrever sobre o George Michael,Gary Barlow e companhias!