quarta-feira, 24 de junho de 2009

...


Eu acho que percebo um bocadinho de Filosofia.

Ensinam-nos que a Filosofia é boa porque põe o homem a pensar sobre quem é e o que anda aqui a fazer, o que quer, no fundo, da vida.

E eu sei o que quero da minha vida.

O que eu quero é ser feliz.

E essa felicidade tanto pode vir de um gesto, de um sorriso, como de um objecto ou outra coisa qualquer que à partida poderia parecer insignificante.

E é por querer ser feliz que sou cada vez mais a favor de quase tudo e cada vez menos contra seja o que for.

Houve tempos em que não pensei assim, mas hoje não me choca absolutamente nada que eles casem com eles, elas casem com elas, que as mulheres possam ser ordenadas padres ou que casais do mesmo sexo possam até adoptar crianças, desde que respeitem a sua esfera individual e a sua liberdade… porque não? Pelo menos, amor não lhe deve faltar… Eu preferia ter duas mães do que ser o décimo filho de uma família onde o pequeno-almoço é porrada no lombo.

Eu sou o Pedro, rapaz de Marvão que só quer ser feliz e se possível, fazer os outros felizes também.

Parece simples, não é?

E é por isso que me pergunto, vezes sem conta, se é tão simples, porque raio é tão difícil?!?!

4 comentários:

Felizardo Cartoon disse...

As questões existenciais são levadas da breca : quando estamos bem, vemos tudo à nossa volta embuído de beleza e luz; nos momentos de frustação e de desânimo, vemos o mundo através de uns óculos de sol de má qualidade, enevoados e sombrios .

Esta não é uma grande reflexão filosófica, mais parece uma verdade de La Palice (é assim que se escreve ?), mas é o que eu sinto às vezes !

Abraço !Hermínio

Quim Carita disse...

Pois é! Os Homens têm aquela estúpida capacidade de pensar demais...e dificultar o "simples". Digo-te, meu irmão, de todas as mensagens que já li no teu blogue esta foi a que mais me tocou. Como te conheço, como me conheces...
É esse o caminho.
Em breve estarei aí.
Abraço forte.
Quim

Garraio disse...

"Existem duas formas de ser feliz nesta vida: uma é parecermos idiotas, a outra é sê-lo."

Sigmund Freud

Felizardo Cartoon disse...

Quando disse que esta não era uma grande reflexão filosófica referia-me à minha reflexão, não à tua , entenda-se .

Hermínio .