segunda-feira, 29 de junho de 2009

Era uma vez um país…


(clica, amplia e lê que vale mesmo a pena...)


O último texto do Miguel Sousa Tavares no Expresso é uma peça jornalística absolutamente notável que consegue, reproduzindo uma conversa informal entre amigos, traçar um retrato acutilante e clarividente do país em que vivemos.

Esta vale por mil outras crónicas e merece mesmo ser reproduzida.


Magistral!

3 comentários:

Quim Carita disse...

Também li. Muito bom!

nuno mota disse...

A nossa sorte ou a do Miguel s,~. Tavares é que os nossos politicos andam tão atarefados, têem tanto que fazer, que não lhes sobra tempo para ler o Expresso, senão, ía parar a Guantanamo ( Ah, não, espera, esses tambem vêem para cá., e, possivelmente, no TGV rsrsrs) Muito bom mesmo ...
Abraço grande do Nuno !!!

Felizardo Cartoon disse...

De um maneira geral, eu não gosto das crónicas do M. S. T .
É sempre demasiado pragmático e na maioria das vezes fala de assuntos relativamente aos quais não está preparado nem documentado, como se exige a um fazedor de opinião .

Foi flagrante a falta de conhecimento numa intervenção que fez sobre os professores, tendo sido ofensivo para com toda uma classe, tendo fundamentado a sua opinião com exemplos isolados e descontextualizados !

Disse enormes barbaridades e falsidades obtusas sobre o estatuto da carreira docente, próprias de quem não sabe nada do assunto e não está por dentro das situações .

Recentemente veio desancar na série da TVI, baseada no seu romance, nos argumentistas, nos actores, quando estes juram a pés juntos que o gajo acompanhou todo o processo, nomeadamente a leitura do guião dos diálogos adaptados, de algumas filmagens,onde chegou a participar, onde se fez fotografar junto com os produtores, actores e restante "staf", afirmando que estes estavam a fazer um excelente trabalho !

Nesta presente crónica, esteve bastante assertivo e traçou um cenário muito eficaz e desnudante do país em que vivemos .

Abraço : Hermínio