sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

O “milagre” (e não o julgamento!) de Nuremberga


É por estas e por outras que o futebol é considerado o desporto-rei.

Tão dramático, injusto e inesperado como a própria vida.




Três notas de rodapé:

1) Não jogamos uma beata. Não merecem a água que bebem e o ar que respiram. Mais valia abrirem uma portinha qualquer e largá-los em pleno voo de regresso.
2) A partir de hoje, o Camacho não serve e jamais voltará a servir.
3) Bem feita para os alemães! Viram bem aquelas caras de nazis?

2 comentários:

Fox disse...

Sorry. Look please here

Dinos disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.